Programa Centelha BA registra o número de 204 ideias aprovadas na Fase 1

Com as inscrições encerradas em agosto deste ano,  o Programa Centelha BA, executado pela Fapesb, divulgou a lista final de aprovados na Fase 1 do programa. Para a Fase 2, foram aprovadas 204 ideias inovadoras, sendo elas provenientes de 27 municípios baianos. Ao todo, o Centelha BA contabilizou 932 ideias inovadoras na fase de submissão, as mesmas submetidas por 2407 participantes e originárias de 86 municípios.

Programa Centelha é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operado pela Fundação CERTI e executado na Bahia pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB).

A mesorregião com mais ideias aprovadas é a Metropolitana de Salvador, contabilizando 137 ideias. Logo após, com 22 ideias provenientes de 6 municípios, o Sul Baiano. O Centro Sul Baiano e o Extremo Oeste Baiano receberam 18 ideias provenientes de 5 e 4 municípios, respectivamente. Foram aprovadas, também, ideias das mesorregiões do Nordeste Baiano, Centro Norte Baiano e Vale São-Franciscano da Bahia.

Algumas temáticas obtiveram maior percentual de ideias aprovadas, são elas: Tecnologia Social (19,1%), TI e Telecomunicações (14,2%), Internet das Coisas (IoT) (12,3%), Inteligência Artificial e Machine Learning (8,8%), Automação (8,3%), Biotecnologia e Genética (6%) e Nanotecnologia (8,3%). Além destas, outras temáticas foram abordadas pelos participantes, como: Design, Eletroeletrônica, Big Data, Geoengenharia, Manufatura Avançada e Robótica, Mecânica e Mecatrônica, entre outras.

FONTE: FAPESB

Confira estas e outras estatísticas abaixo:

Programa Centelha BA encerra inscrições com 932 ideias inovadoras submetidas

Os 2047 participantes inscritos no Programa Centelha BA submeteram 932 propostas de negócios, distribuídas por 86 municípios, que buscam trazer ideias inovadoras para promover o avanço econômico e social do estado.

Os números comprovam o êxito da estratégia do Governo do Estado em democratizar o acesso à ciência, tecnologia e inovação. O programa promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com a Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb). A iniciativa vai destinar, inicialmente, R$ 1.620.000,00 para que empreendedores possam desenvolver seus projetos.

As áreas de tecnologia social, TI e Telecom, além de internet das coisas, lideraram entre as temáticas de propostas submetidas. A lista com as 200 ideias aprovadas para a próxima fase será divulgada até o dia 13 de setembro de 2019, quando os participantes deverão elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio executivo com o objetivo de demonstrar as chances da ideia gerar um bom negócio.

Posteriormente, 100 propostas serão selecionadas para apresentarem uma estrutura de fomento, com apresentação detalhada do orçamento e do planejamento de execução. Ao longo de todas as etapas os concorrentes contarão com capacitações para auxiliar o empreendedor a aprimorar sua ideia e desenvolver seu negócio. Até o fim do programa, os projetos selecionados serão contemplados, cada um com R$ 60 mil em subvenção econômica, além de outros benefícios oferecidos por parceiros do Centelha.

Para o diretor geral da Fapesb, Márcio Costa, o resultado representa mais uma iniciativa de sucesso que traz o fomento ao empreendedorismo inovador como uma alternativa para o desenvolvimento do estado, gerando renda e empregos. “A Bahia é destaque nacional no setor de inovação. Isso demonstra que o povo baiano está cada dia mais em busca de incentivos para esta área e, nós da Fapesb, estamos à disposição para investir ainda mais na criatividade da população”, afirmou.

FONTE: FAPESB

Confira as estatísticas completas no infográfico abaixo.

Bahia realiza 2ª Reunião de Articulação e Preparação do Programa no estado

Logomarca do Programa Centelha BahiaNo dia 03 de abril, foi realizada a 2ª Reunião de Articulação e Preparação do Programa Centelha Bahia nas dependências do auditório da Agência de Fomento da Bahia – Desenbahia. Esta ação dos atores do sistema de inovação do estado complementou o primeiro encontro realizado em dezembro de 2018 e contou com as presenças do Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia – SECTI, Dr. Rodrigo Hita, do Diretor Geral da Fapesb, Dr. Lázaro Raimundo dos Passos Cunha e do Diretor de Negócios da Desenbahia, Dr. Agenor Martinelli.

O encontro também contou com a participação de representantes de secretarias de estado, universidades federais e estaduais, institutos federais, instituições de ensino particulares, incubadoras, aceleradoras, NIT´s e instituições que incentivam o empreendedorismo no estado.

Na oportunidade, foram apresentadas informações e o resultado da capacitação realizada pela equipe executora do programa em fevereiro, na FINEP, com a discussão sobre a formalização da Rede de Atores Parceiros e indicações para a Rede de Agentes Centelha. Na reunião também foi tratado sobre o perfil e indicação da Rede de Avaliadores, dos serviços e atividades adicionais a ser ofertados aos empreendedores contratados e os próximos passos para a execução do Programa. Ficou estabelecido um cronograma de atividades que devem ser realizadas visando o lançamento e divulgação do Edital para execução do Programa no estado da Bahia.

Em breve será anunciada a data de lançamento do edital do Programa Centelha Bahia. Enquanto isso, o programa já oferece informações para a comunidade empreendedora por meio do FacebookInstagramLinkedIn e Twitter, e também em sua newsletter, repleta de dicas para que os empreendedores cheguem com suas ideias mais preparadas no lançamento do edital.